A rapper Nicki Minaj anunciou nesta terça (9) que cancelou uma apresentação na Arábia Saudita, em apoio aos direitos das mulheres e à comunidade gay neste reino ultraconservador.

    Minaj tinha previsto se apresentar na semana que vem na cidade de Jidá (oeste) em um festival cultural, o que gerou protestos nas redes sociais.

    “Depois de uma reflexão cuidadosa, decidi não fazer meu show programado no ‘Jeddah World Fest'”, disse Minaj em uma declaração enviada à AFP por seu representante.

    “Embora não queira nada mais que levar meu show a meus fãs na Arábia Saudita, depois de me informar melhor sobre estes temas, acho que é importante para mim deixar claro meu apoio aos direitos das mulheres, à comunidade LGBTQ e à liberdade de expressão”.

    Minaj, conhecida por suas letras profanas e seus vídeos musicais obscenos, era uma das atrações principais deste festival, televisionado no mundo todo pela MTV, em um momento em que o reino vem cedendo sobre suas restrições em entretenimento.

    O festival contará com as atuações confirmadas do britânico Liam Payne e do DJ americano Steve Aoki.

    A ONG Human Rights Foundation enviou na sexta-feira uma carta aberta a Minaj pedindo que ela “recusasse o dinheiro do regime”, retirasse seu nome do evento e usasse sua influência global para pedir a libertação de mulheres ativistas na prisão e sob julgamento.

    A Anistia Internacional descreveu o estado dos direitos humanos na Arábia Saudita como “terrível” e denunciou uma “ampla repressão aos críticos ao governo”.

    No Comment

    You can post first response comment.

    Leave A Comment

    Please enter your name. Please enter an valid email address. Please enter a message.