O ex-empresário de Stan Lee, Keya Morgan, está sendo acusado de abuso de idoso contra o quadrinista, informou um oficial da corte de Los Angeles, segundo a agência Reuters.

    Na sexta-feira (10), Keya Morgan recebeu cinco acusações, incluindo fraude e falsa denúncia de crime. Um mandado de prisão contra Morgan já foi expedido, segundo um porta-voz da corte.

    Em junho de 2018, a polícia começou uma investigação contra Keya Morgan. O empresário havia sido detido dias antes e liberado sob fiança por ter feito uma falsa denúncia de crime – ele disse que Stan Lee teria sido assaltado por dois homens em sua casa.

    No pedido da ordem de restrição, Keya Morgan era acusado de tomar vantagem da saúde frágil de Stan Lee para tomar conta de suas finanças e afastá-lo de outros parceiros e familiares.

    Stan Lee, roteirista e editor da Marvel Comics, morreu aos 95 anos em novembro de 2018.

    No Comment

    You can post first response comment.

    Leave A Comment

    Please enter your name. Please enter an valid email address. Please enter a message.