Uma gravação recuperada pelo Museu de Som Nacional do México, e divulgada nesta quarta-feira (12), pode ser o único registro conhecido da voz da artista Frida Kahlo, disse a secretária de Cultura mexicana, Alejandra Frausto, ao jornal “The New York Times”.

    Mesmo com uma imagem mundialmente conhecida, a voz de Frida Kahlo era desconhecida por fãs e especialistas.

    Pesquisadores disseram ao jornal que a gravação foi feita para um programa piloto de rádio do México.

    Os arquivos deste programa foram doados pela Rádio Televisa para digitalização do museu em 2007. Durante um novo trabalho de catalogação, eles perceberam que a voz pode ser de Frida.

    No programa, ela é apresentada como “a pintora que não existe mais”. Os pesquisadores acreditam que a gravação foi feita logo antes da morte dela, em julho de 1954, e depois finalizado em 1955.

    O texto descreve e exalta Diego Rivera, artista marido de Frida. Ouça abaixo:

    No Comment

    You can post first response comment.

    Leave A Comment

    Please enter your name. Please enter an valid email address. Please enter a message.