Meek Mill retornou aos palcos neste sábado (12) com uma aparição surpresa no festival Rolling Loud, em Miami. A apresentação, que durou 20 minutos, foi o retorno do rapper aos palcos após ele deixar a prisão, em abril.

    Mill ficou preso por cinco meses por violar os termos de sua liberdade condicional em um caso de 2008, quando foi preso por posse de drogas e porte de armas. Na época, a condenação foi criticada e classificada como desproporcional e reacendeu um debate nos Estados Unidos sobre discriminação racial no sistema judiciário.

    “É bom estar de volta e livre na frente da galera. Obrigado a todos pelo apoio. Eles tentaram tirar minha liberdade. Eles tentaram acabar com meus sonhos. Mas agora nós estamos em Miami, brilhando”, afirmou Meek Mill durante o show que não foi anunciado previamente.

    Antes de Meek Mill subir ao palco para o set surpresa, DJ Khaled disse para o público que eles iriam receber um convidado “histórico”.

    “Algumas pessoas são escolhidas para passar por tempestades, para superar tempestades, para ajudar outras pessoas em certas situações. Algumas pessoas têm sonhos, algumas pessoas têm pesadelos. Mas a chave é superar. Isso é sobre superar, seguir em frente e representar o amor”, discursou Khaled.